Mapeamento Sonoro em SP


Projeto que prevê Mapa de Ruído deverá disciplinar poluição sonora em SP

O Projeto de Lei 01-00075/2013, aprovado em primeira votação na Câmara Municipal, que seguirá para uma segunda votação e para a sanção do prefeito Haddad, é de autoria dos vereadores Andrea Matarazzo e Aurélio Nomura. O PL trata do mapeamento sonoro de São Paulo, e visa a elaboração de um diagnóstico sobre o ruído na cidade. Em entrevista conjunta exclusiva para a ProAcústica News, os vereadores falam sobre a importância do tema.

Desde a primeira edição da Conferência Municipal sobre Ruídos e Perturbação Sonora, criada por iniciativa do vereador Andrea Matarazzo, em 2014, o tema da redução de ruídos urbanos em São Paulo vem evoluindo rápido. Este ano, nos dias 27 e 29 de abril, será realizada, em conjunto com a ProAcústica, a segunda edição da Conferência, na Câmara Municipal de São Paulo, por ocasião do Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído, o International Noise Awareness Day (INAD).

Durante o evento, o tema central será o Projeto de Lei 01-00075/2013, que já passou em primeira votação pela Câmara Municipal, e deverá seguir para uma segunda votação e para a sanção do prefeito Haddad. De autoria dos vereadores Andrea Matarazzo e Aurélio Nomura, o projeto de lei trata do mapeamento sonoro da cidade de São Paulo, instrumento necessário para elaboração de um diagnóstico amplo sobre o ruído e redução dessas emissões. O projeto de lei representa a coroação da luta contra a poluição sonora na cidade. Em entrevista conjunta exclusiva para a ProAcústica News, os vereadores falam sobre a importância do tema.

Foto: Fernando Takahashi

Como os srs. veem a importância de uma lei que trata do ruído urbano, cada vez mais incômodo para o cidadão de São Paulo?

O PL 075/2013 representa um avanço significativo do trabalho, pois obriga o Poder Público a elaborar o mapa de ruído urbano da cidade, com o objetivo de obter um diagnóstico da poluição sonora em São Paulo e, a partir dele, implementar ações estratégicas de atenuação e mitigação. Dessa forma, a lei que trata desse assunto é essencial para melhorar a qualidade de vida da população, que deverá ficar menos exposta aos problemas causados pelo ruído.

O PL já passou em primeira votação. Quando deverá ir para uma segunda votação? Há receptividade entre os vereadores?